Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

 

084.01 geologia

Piscinões verdes contra as enchentes

084.03 exposição

Fragmentos

084.05 cidade e arte

Francis Alÿs

084.07 homenagem

Bernardo Secchi

drops 084

Piscinões verdes contra as enchentesPiscinões verdes contra as enchentes
Sobre escolas que contam estóriasSobre escolas que contam estórias
FragmentosFragmentos
Uma rua chamada AugustaUma rua chamada Augusta
Francis AlÿsFrancis Alÿs
Lothar Charoux – razão e sensibilidadeLothar Charoux – razão e sensibilidade
Bernardo SecchiBernardo Secchi
BélgicaBélgica
 
 

Sobre escolas que contam estórias

084.02 escola paulista

Uma rua chamada Augusta

084.04 cultura urbana

Bélgica

084.08 cultura

 

Considerando que numa cidade grande atual, com grande impermeabilização do solo, 80% da água da chuva pesada escoa superficialmente colapsando seu sistema de drenagem, o autor sugere investimentos em projetos complementares de retenção de águas de chuva.

 

O artigo aborda o processo de produção da arquitetura escolar no Estado de São Paulo a partir da década de 1960, comparando as experiências desta época com as atuais, propondo a discussão sobre diferentes modos de concepção de edifícios educacionais

 

Jacopo Criveli Visconti, curador da exposição “Fragmentos”, comenta o conceito central que aproxima as obras de Leda Catunda, Peter Blake e outros artistas brasileiros e ingleses: a recorrência do fragmento na produção contemporânea.

 

Qual é a origem do nome da famosa rua paulistana? Aracy Amaral conta como uma moça sem sobrenome, internada em um manicômio, foi a inspiração para o nome de importante logradouro da capital paulista

 

Uma aproximação à poética visual de Francis Alÿs, focalizando trabalhos desenvolvidos no centro da Cidade do México e considerando suas relações com alguns processos urbanos na região

 

Austríaco de nascimento, o artista plástico Lothar Charoux viveu quase toda sua vida no Brasil, onde teve ativa participação no meio cultural, sendo um dos fundadores do Grupo Ruptura. Maria Alice Milliet analisa seu trabalho como pintor e desenhista.

 

Adalberto da Silva Retto Jr, professor da Unesp de Bauru, escreve sobre a morte do mundialmente reconhecido urbanista italiano Bernardo Secchi

 

Em seu artigo, Adson Cristiano Bozzi constata que quando o uso de uma língua se torna uma etnia, é a própria noção de democracia que se torna difícil

newspaper


© 2000–2014 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided