Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

news

Escritório de arquitetura recebeu prêmios pelo Estádio Olímpico de Canoagem Slalom e Arena da Juventude, que também ganhou distinção especial pela acessibilidade.

Pela primeira vez um escritório brasileiro recebeu o prêmio Gold no IAKS AWARDS 2017, principal premiação de arquitetura esportiva do mundo. Vigliecca & Associados venceu em duas categorias: Prêmio Gold para o projeto do Estádio Olímpico de Canoagem Slalom na categoria “Melhor equipamento esportivo especializado do mundo 2016-2017” e Prêmio Silver (não houve Gold nesta categoria) para o projeto da Arena da Juventude na categoria “Melhor edificação esportiva e recreativa do mundo 2016-2017”. A Arena da Juventude ainda ganhou distinção especial do IPC (International Paralympic Committee) como projeto exemplar para a acessibilidade.

O IAKS AWARDS é a única premiação arquitetônica internacional apoiada e reconhecida pelo IOC (International Olympic Committee) e IPC (International Paralympic Committee). É realizada a cada dois anos na Alemanha.

A cerimônia de premiação ocorreu em novembro em Colônia, na Alemanha, em um evento de gala durante o congresso do IAKS, principal instituição do mundo para o fomento da qualidade dos projetos esportivos. Os projetos vencedores foram publicados na edição de novembro/dezembro da revista sbMagazine.

A questão do legado é um dos pontos altos tanto no Estádio Olímpico de Canoagem Slalom quanto na Arena da Juventude, ambas instalações do Parque Olímpico de Deodoro localizado na zona oeste do Rio de Janeiro. Criados para a Rio-2016 e para legado, os projetos se destacam por inverterem o senso comum de se criar um edifício olímpico para legado, gerando um edifício para a comunidade de uso olímpico. Criar instalações que atendam a um evento de grande escala e que se tornem um legado acessível e efetivo para a comunidade é hoje o maior desafio da arquitetura em Jogos Olímpicos.

Essa maneira inovadora de pensar os equipamentos esportivos chamou a atenção do Comitê Olímpico Internacional, que considerou a forma de projetar o Estádio Olímpico de Canoagem Slalom e a Arena da Juventude um exemplo para o futuro, ao demonstrarem que equipamentos de elite podem ser inclusivos e ter custos operacionais baixos, atraindo diversas classes sociais para a prática esportiva.

Alguns dos principais vencedores do prêmio Gold em edições anteriores foram Herzog &de Meuron (Estádio “Ninho de Pássaro”), Zaha Hadid (Ski Jump Innsbruck), Bernard Tschumi (Rouen Concert Hall, Zénith de Limoges) e SOM (Pavilhão Atlântico).

Prêmio Gold para o Estádio Olímpico de Canoagem Slalom de Deodoro

Veredito do júri: O Estádio Olímpico de Canoagem Slalom é um dos melhores exemplos de projeto de equipamento de canoagem slalom, uma instalação muito específica e com gama restrita de uso. Em legado, o lago artificial no final das corredeiras serve como piscina recreativa para uma das maiores populações jovens do Rio de Janeiro, mesmo o local ainda sendo utilizado para treinamento e competições de canoagem slalom. Diferentemente dos equipamentos das olimpíadas anteriores, o design de Deodoro também reduz a distância vertical entre e descarga de água e o lago artificial no final, diminuindo a energia necessária para operá-lo. O júri vê no projeto de Deodoro uma abordagem socialmente responsável para atender um legado significativo, e como benefício final uma instalação especializada utilizada para o bem-estar geral da comunidade ao redor.

O Estádio Olímpico de Canoagem Slalom foi aberto ao público antes mesmo do início da Rio-2016, em dezembro de 2015.  Depois da Olímpiada, passou por um período de ajustes e foi reaberto em setembro deste ano.

Prêmio Silver e distinção especial para a Arena da Juventude

Veredito do júri: a Arena da Juventude foi projetada para ser utilizada como centro de formação e treinamento de atletas, embora a capacidade de assentos seja flexível, podendo acomodar mais de 5.000 espectadores. Como conceito, o projeto foi pensado como um hangar esportivo com grandes vãos de 66,50m para tornar possível a adaptação a diferentes esportes. A instalação se beneficiará de seus dispositivos de sombreamento ajustáveis e telas na fachada, assim como aberturas de ar no teto, para uma manutenção de baixo custo. Deodoro é um local extremamente acessível que proporcionará uma gama de esportes indoor para a comunidade local, principalmente de baixa renda, incluindo esportes para pessoas com deficiência. O júri considera este local como um excelente exemplo de design flexível e universal.

Na Rio-2016, a Arena da Juventude foi palco de competições de Basquete Feminino e Esgrima do Pentatlo Moderno. Em legado, além de abrigar competições esportivas, será um centro de formação e treinamento de atletas, potencializando um trabalho que já vem sendo realizado pelo exército brasileiro e tem gerado dezenas de campeões olímpicos. A ideia é que também atraia a comunidade para a prática esportiva, estimulando jovens da região a se tornarem atletas.

Vigliecca & Associados é o maior vencedor do IAKS AWARDS 2017

source
Vigliecca & Associados
São Paulo, SP

share


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided