Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

selections

Inscrições deverão ser realizadas entre 1 de abril e 15 de junho no site do evento

O Comitê Brasileiro para Conservação do Patrimônio Industrial (TICCIH – Brasil) foi criado por profissionais de várias áreas de formação preocupados em desenvolver ações concretas contra a destruição/deterioração de nosso parque industrial e dos inúmeros riscos que ameaçam a preservação desse patrimônio. Em todas as regiões do país, existem exemplos de patrimônio industrial de grande importância histórica, arquitetônica, econômica, tecnológica e social, que precisam ser preservados. Vinculado desde seu surgimento em 2004 ao The International Comittee for the Conservation of the Industrial Heritage (TICCIH), o Comitê tem como objetivo pesquisar, investigar, mapear, catalogar, inventariar, divulgar, proteger e conservar os bens materiais e imateriais do patrimônio industrial brasileiro.

Em 2004 ocorreu o primeiro encontro em patrimonio industrial, na Universidade Estadual de Campinas, que reuniu um grupo de pesquisadores nacionais e convidados estrageiros e culminou na constituição do Comitê nacional. O segundo evento, ocorrido em 2009, na Faculdades de Belas Artes (São Paulo), reforçou a difusão das ações do Comitê nacional frente a diversos pesquisadores em vários estados do país. Inclusive, permitiu congregar iniciativas e estudos isoladas em diferentes areas de conhecimento (arquitetura, história, histórica econômica, antropologia, urbanismo), na convergência de um tema comum: o patrimônio industrial.

Este III Congresso Nacional para Conservação do Patrimônio Industrial visa colocar em discussão a atualidade do patrimonio industrial. Por um lado, ele permitiria compreender transformações ocorridas no Brasil ao longo do séculos XIX e XX em diferentes dimensões (relações de trabalho, tecnologia industrial, espaços de trabalho). Por outro, o patrimônio industrial pode ser um instrumento para enfrentar questões do século XXI: proteção de direitos humanos; agendas globais de desenvolvimento sustentável; diluição de fronteiras entre o real e o virtual; demandas por mobilidade, em escala local, regional e global. Por isso, para enfrentar esses dois aspectos do patrimônio industrial no Brasil, elegeu-se como tema deste congresso “o patrimônio industrial hoje”. As conferências irão centrar-se em torno de algumas linhas nos quais os aspectos da conservação e resignificações do patrimônio industrial possam ser debatidos: vestígios materiais das transformações tecnológicas na industrialização; lugares de memória do trabalho e da produção; forma, função e uso na arquitetura industrial.

A organização do congresso é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Memória Ferroviária / Universidade Estadual Paulista – UNESP (vinculado ao Comitê Brasileiro para a Conservação do Patrimônio Industrial – TICCIH /Brasil)), o Comitê Científico Nacional de Patrimonio Industrial e o Comitê Científico Nacional do Patrimônio do Século XX (vinculados ao International Council on Monuments and Sites ICOMOS / Brasil). Contamos portanto com o apoio do The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage (TICCIH) e International Council on Monuments and Sites (ICOMOS).

Informações e inscrições no site do evento.

<br />Imagem divulgação


Imagem divulgação

III Congresso Nacional para Conservação do Patrimônio Industrial

inscription dates
from 01/04/2020
to 15/06/2020


Icomos Brasil

source
Icomos Brasil

share


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided