Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Memorial Getúlio Vargas. Projetos, São Paulo, ano 05, n. 054.03, Vitruvius, jun. 2005 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/05.054/2501>.


Vinte anos. Este foi o tempo que decorreu entre a concepção e a construção do Memorial Getúlio Vargas. Em 1984, o governador Leonel Brizola e o seu secretário de Cultura, Darcy Ribeiro, lançaram um concurso público nacional, com júri presidido pelo arquiteto Oscar Niemeyer, para a seleção do melhor projeto. O meu foi escolhido. Todavia, interesses políticos contrários impediram a execução da obra.Em 2004, o memorial foi enfim construído pela Prefeitura do Rio e entregue ao público em 24 de agosto, para as comemorações do 50º aniversário da morte de Vargas.Durante estes vinte anos, sempre acreditei que um dia ele seria realizado e mantive a maquete ao meu lado. Não pela arquitetura, mas sim pela importância da vida e obra do mais popular presidente da nossa história.Trata-se de uma idéia simples. Na praça, o busto de Getúlio e o monumento, com duas formas brancas ascendentes, convidam os visitantes a entrar. No subsolo circular, desenvolvem-se os espaços de exposição, pesquisa e eventos culturais, além de um café e um moderno auditório.Tivemos que abandonar o local original, a Praça Mahatma Gandhi, pois ali foi construído um estacionamento subterrâneo. A nova escolha foi a Praça Luis de Camões no bairro da Glória. Próxima ao Palácio do Catete, foi palco de manifestações cívicas, com Getúlio, e fica ao lado do Hotel Glória, freqüentado pelo ex-presidente.A implantação do projeto seguiu quatro parâmetros: respeitar a estátua de São Sebastião, que não foi tocada, manter toda a superfície com seu uso de espaço de lazer, não cortar árvores e evitar que os moradores dos prédios vizinhos perdessem a bela vista do Aterro do Flamengo.Para que estes pontos fossem atendidos, o monumento foi reduzido em 30% em relação ao projeto de 1984, ficando com a mesma altura das árvores existentes, 17,50 metros, e ocupando menos de 10% da área da praça.Por tratar-se de um local próximo de bens tombados, o projeto foi submetido à aprovação dos três órgãos de proteção do patrimônio histórico: SPHAN (federal), INEPAC (estadual) e DGPC (municipal).Alguns dados do Memorial Getúlio Vargas: espelho d’água – 1.500 m²; escultura – 3.00 m sobre base de 2.50 m de altura; subsolo – 1.850 m²; salão de exposição permanente – 1.000 m²; painel histórico – 100.00 m de extensão e 290.00 m²; auditório – 124 lugares.

ficha técnica

Nome do projeto
Memorial Getúlio Vargas, Rio de Janeiro RJ

Data do projeto
1984

Data da conclusão da obra
2004

Área total da praça existente
16.000 m²

Área de intervenção na praça
2.100 m²

Área do espelho d’água
1.500 m²

Área construída no subsolo
1.900 m²

Promotor
Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Autor do projeto
Arq. Henock de Almeida

Colaboradores
Arquitetos Renato Campos e Katia Palermo

Construção
Paulitec Construções

Cálculo estrutural
Waldir Mello

Projetos das instalações
PróInfra

Projeto de iluminação
Peter Gasper

Acústica e auditório
Roberto Thompson Motta

Ar condicionado
Air Time

Projeto da exposição e cenografia
Arq. Henock de Almeida

Curadoria da exposição
Prof. José Murilo de Carvalho

Design gráfico Folio Design

Fotografias
Kadu Niemeyer

Arqueologia
Geobureau

Escultura
Joás Pereira dos Passos

comments

054.03 Institucional
abstracts
how to quote

languages

original: português

source
Escritório responsável
Escritório responsável

share

054

054.01 Concurso

Shopping Center na Unisinos

054.02 Concurso

Sede da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

054.04 Concurso

Habitação Popular – Concurso Público Nacional de Anteprojetos no Estado do Amazonas

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided