Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

eventos

É a partir da organização do instituto, além de suas atividades, que a comunidade recebe doações de alimentos, conseguiu realizar os cadastros para auxílio emergencial e promove mobilizações coletivas, como a limpeza do córrego local (link na bio).

O Instituto Vila Praia é uma instituição de base comunitária que promove, em parceria com o Instituto Alinhavando, projetos de: Educação, lazer; cultura e empreendedorismo social. O trabalho é desenvolvido há 10 anos, e com a organização das lideranças comunitárias, conseguiram adquirir um espaço próprio para a continuidade das atividades, porém, o local precisa ser reformado. É a partir da organização do instituto, além de suas atividades, que a comunidade recebe doações de alimentos, conseguiu realizar os cadastros para auxílio emergencial e promove mobilizações coletivas, como a limpeza do córrego local.

O Comunità, organização sem fins lucrativos, que promove o desenvolvimento colaborativo em periferias, fez uma parceria com as lideranças da Vila Praia a fim de apoiar o desenvolvimento local, apoiando os projetos existentes. A colaboração se deu em torno do projeto de adequação do espaço, e foi desenvolvido em um processo de 4 meses, analisando as demandas de programa dos projetos que irão acontecer, as possibilidades de trabalho com mão de obra especializada e o que vir a ser realizado em mutirões com reutilização de materiais. Boa parte da reforma foi pensada através de materiais que serão reutilizados: Janelas, portas, piso, bacias sanitárias e bancadas foram sendo recolhidas através do Re.Construa (projeto pertencente ao Comunità, para captação de material) durante esse tempo e separadas para a obra.

Sala de aula

Foi tomado como ponto de partida as ações que sempre ocorreram no território: o ambiente, as lutas vigentes e relações de poder e, principalmente, o afeto.

Depois da transformação do espaço, será possível desenvolver 8 projetos já planejados pelo Instituto: Espaço de costura para mulheres; Curso de panificação; Alfabetização de adultos; Bazar comunitário; Espaço de leitura para as crianças; Espaço de período inverso para as crianças e confraternizações comunitárias.

“Se a gente tivesse um projeto de costura aqui, a gente ia reunir as mães, conversar e explicar. Passar pra ela como seria esse projeto e então elas diriam: Eu tenho uma criança pequena.
Então a gente teria um espaço, no mesmo horário, pra dizer: Você pode trazer sua criança. A criança ficaria no espaço, enquanto a mãe tava aprendendo. (...)Depois que a mãe poderia começar a confeccionar, ganhar o próprio dinheiro dela dentro da própria associação” – Maria, moradora, professora e costureira da Vila Praia

Maria: Moradora, professora e costureira da Vila Praia

São os projetos organizados pela própria comunidade, que atendem as especificidades locais, com maior probabilidade de sucesso e impacto, tanto por responderem a demandas da própria vivência como pela proximidade com os moradores.

“ A gente já desenvolveu projetos que deram certo, mas o que a gente precisava mesmo era de um espaço que fosse nosso. Que a gente tivesse a autonomia de poder fazer do nosso jeito, da melhor maneira. Foi aí que a gente teve essa ideia de comprar esse espaço e revitalizar ele todinho para termos nossas oficinas. ” – Fábio Rodrigues, líder comunitário na Vila Praia

Espaço de Oficinas

Comunità – Arquitetura e Urbanismo e as lideranças comunitárias

A associação foi criada por duas arquitetas e uma designer. Seu desenvolvimento se deu ao longo de processos pessoais que partiram do questionamento de seus papéis enquanto profissionais frente a constituição desigual das cidades e quais os caminhos possíveis e tangíveis hoje para atuar na construção uma cidade mais justa.

A arquitetura, o urbanismo e o design deveriam fazer as pessoas por toda a cidade se sentirem pertencentes aos lugares que habitam, terem acesso às diversas oportunidades (do trabalho ao lazer), desfrutarem de uma vida digna e se conectarem a seus vizinhos e comunidade. Porém, o empobrecimento e a atenuação de desigualdades não são um fenômeno isolado e se torna frustrante atuar frente a um planejamento urbano que não atende ao interesse de pessoas em situação de vulnerabilidade.

Frente a impotência de fazer essas mudanças partindo da larga escala do urbanismo até atingir as periferias, escolhe-se agir a partir das lideranças comunitárias e organizações autônomas que já atuam localmente. Por isso considerou-se a participação e inclusão do saber local como múltiplo comum para produção de um projeto socialmente engajado, nas quais o design e a construção convergem com a organização da comunidade. A partir da atuação do Comunità, pretende-se dar espaço e visibilidade para esses projetos que, com tão poucos recursos, acolhem, impactam positivamente seus moradores e respondem a realidade de onde estão inseridos.

O objetivo do trabalho se torna uma alternativa de desenvolvimento sustentável, que parte das instituições de base comunitária e seus projetos, direcionando o olhar para o papel que desempenha como infraestrutura urbana na periferia, criando redes de apoio que permeiem e impactem a macro escala da cidade. Grohn, 2004, afirma que:

“Não se muda a sociedade apenas com a participação no plano local, micro, mas é a partir do plano micro que se dá o processo de mudança e transformação na sociedade”

<br />Imagem divulgação  [Comunità]


Imagem divulgação [Comunità]

<br />Foto divulgação  [Comunità]


Foto divulgação [Comunità]

<br />Imagem divulgação  [Comunità]


Imagem divulgação [Comunità]

<br />Imagem divulgação  [Comunità]


Imagem divulgação [Comunità]

<br />Imagem divulgação  [Comunità]


Imagem divulgação [Comunità]

<br />Foto divulgação  [Comunità]


Foto divulgação [Comunità]

Instituto Vila Praia

happens
from 12/05/2021
to 28/05/2021

source
Comunità
São Paulo

share


© 2000–2022 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided