Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects  


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Sesc 24 de Maio. Projetos, São Paulo, ano 18, n. 206.02, Vitruvius, fev. 2018 <http://vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/18.206/6886>.


A nova unidade do SESC – conjunto complexo de instalações de recreação e serviços – de acordo com programa específico elaborado pela entidade, localizado na esquina da Rua 24 de Maio com a Rua Dom José de Barros é um problema exemplar de transformação no patrimônio urbano construído.

Com estes horizontes o projeto proposto seguiu a seguinte ordem de idéias básicas:

1. Recuperar, aproveitar ao máximo a construção existente, demolindo-se acréscimos posteriores ao edifício original, principalmente a fim de clarear espaços e fazer o conjunto respirar melhor e também implantar-se de forma mais adequada aos novos usos.

2. Concentrar e isolar as instalações técnicas e principalmente mecânicas de apoio às diversas atividades sugeridas no programa da entidade, anexando-se, para tanto, a propriedade contígua na Rua Dom José de Barros – abandonada há alguns anos – com projeção de 7,00m X 20,00m para a construção de um complexo auxiliar de serviços e máquinas.

3. Associar, dois a dois, alguns andares do edifício para organizar alguns espaços marcantes do programa, com caráter de grande salão com pé-direito duplo e galerias superiores e debruçadas, a fim de valorizar recintos e evitar a monotonia da simples sobreposição de andares tipo. Por exemplo: Grande Salão de Exposições e Galeria de Oficinas 

4. Organizar um sistema de circulação vertical, de acordo com as normas, eficiente eclaro e principalmente assegurar um conjunto de rampas que percorra toda a espacialidade do edifício para, além de sua função estrita, animar a vida do conjunto no seu evento cotidiano de modo desencadeado e lúdico, um passeio.

5. Destacar e garantir autonomia ao conjunto: escadaria, varanda-café, bilheterias, teatro, ensaios, camarins. Direta e claramente ligado ao piso térreo da cidade.

6. Assegurar ampla e clara implantação no nível do pedestre na cidade, com o sentido de “passeio público” e acolhimento em praça coberta – Praça do Sesc.

7. Distinguir o recinto Restaurante, de uso público livre, imediatamente acima do conjunto Praça e acolhimento do SESC.

8. Dispor alguns espaços em níveis estratégicos com o sentido de praças cobertas, sem vedação nas fachadas, jardins suspensos – Praça de Convivência, Jardim da Piscina.

9. Construir um Solário com Piscina, a céu aberto, associado aos vestiários convenientes e a um pavimento aberto com café e pequenas refeições – Jardim da Piscina – formando, com as rampas, um conjunto peculiar de três pavimentos para um tipo específico de recreação.

10. Para realizar estas transformações básicas e que de fato caracterizam o projeto proposto, do ponto de vista das técnicas construtivas foram adotadas, além das demolições já mencionadas, as seguintes medidas:

  • demolir o saguão coberto da antiga Mesbla para criar um vazio no interior do prédio existente;
  • construir uma estrutura independente, nova, apoiada em quatro pilares que sustentam os grandes salões intercalados – mencionados no item 3 – e o solário com piscina;
  • rebaixar, um tanto, a área da atual garagem no subsolo para completar a espacialidade do Teatro e seus anexos.

Com estas considerações vale ainda relembrar o notável do lugar para este novo “jardim”: Viaduto do Chá, Teatro Municipal, Barão de Itapetininga, Av. São João, Praça da República e todos os teatros, livrarias, restaurantes e cafés, na redondeza, tão famosos na cidade.

ficha técnica

nome da obra               
SESC 24 de Maio

localização
Esquina da Rua 24 de Maio com Rua Dom José de Barros – Centro – São Paulo

projeto
2002-2008

obra
2012-2017

área construída
27.865m²

arquitetura
Paulo Mendes da Rocha + MMBB Arquitetos

equipe
Fernando Mello Franco
Marta Moreira
Milton Braga

Adriano Bergemann
Ana Carina Costa
Ana Carolina Mamede
Cecília Góes
Eduardo Ferroni
Giovanni Meirelles
Gleuson Pinheiro
Guilherme Pianca
Jacques Rordorf
Lucas Vieira
Márcia Terazaki
Maria João Figueiredo
Marina Acayaba
Marina Sabino
Martin Benavidez
Vito Macchione
João Yamamoto
Rafael Monteiro
Rodrigo Brancher
Thiago Rolemberg

estrutura
Kurkdjian e Fruchtengarten Engenheiros Associados

fundações
MAG Projesolos Engenheiros Associados

instalações
PHE Projetos Hidráulicos e Elétricos

acústica
Nepomuceno Acústica e Sônica

cenotécnica
J.C. Serroni

sonorização
Alexandre Sresnewsky

luminotécnica
Rosane Haron (Espaço Luz) e Altimar Cypriano

conforto
Daltrini e Granado Arquitetura e Conforto Ambiental

lógica
Marciano Engenharia

engenharia do SESC

Eng. Amilcar João Gay Filho
Eng. Humberto Bigaton
Eng. Alberto Costa Souza Neto

construtora
Mendes Júnior Trading e Engenharia S/A

ficha técnica mobiliário

projeto
Paulo Mendes da Rocha + MMBB Arquitetos

equipe

Fernando Mello Franco
Marta Moreira
Milton Braga

Ana Carolina Mamede
Gleuson Pinheiro
Julia Marques
Lucas Vieira
Maria João Figueiredo

calculista
Marcelo Bianco

consultoria pintura
Miguel Pisaturo

execução

assentos
S.Moreno Metalúrgica

armários volantes
Glafcon Indústria e Comércio de Artefatos de Metais

mesas
Ponto Decore Móveis e Artigos de Decoração

comments

206.02 projeto institucional
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

206

206.01 projeto institucional

Projeto para um Museu na Avenida Paulista

206.03 obra de arte

Serra em Serralves

João Masao Kamita

newspaper


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided