Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245


abstracts

português
A Biblioteca Brasiliana USP, projetada por Eduardo de Almeida e Rodrigo Mindlin Loeb, é o projeto paradigmático inaugurado em 2013 na cidade de São Paulo.

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Biblioteca Brasiliana USP. Projetos, São Paulo, ano 13, n. 155.03, Vitruvius, nov. 2013 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/13.155/4972>.


O edifício, com mais de 20.000 m², abrigará o raro acervo de 17 mil títulos doado pelo bibliófilo à universidade.

No final de 1999, o bibliófilo José Mindlin transmitiu para o neto, Rodrigo Mindlin Loeb, e para o amigo Eduardo de Almeida, uma missão: tocar o projeto da biblioteca que abrigaria a rara coleção de livros – o maior acervo particular do Brasil, com cerca de 17 mil títulos e 40 mil volumes – que doou para a Universidade de São Paulo (USP). Quando Mindlin faleceu, em fevereiro de 2010, aos 95 anos, a obra avançava, vencendo obstáculos, e sua concretização era apenas uma questão de tempo.

O edifício de 21.950 m2foi inspirado em conceituadas bibliotecas de outros países, como a Beinecke Rare Book & Manuscript Library (Biblioteca Beinecke de Manuscritos e Livros Raros), da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e a Biblioteca Saint Geneviève, de Paris, na França. A Library of Congress (Biblioteca do Congresso), de Washington, foi consultada para definir diretrizes de conservação das obras.

Biblioteca Brasiliana USP
Foto Nelson Kon

A Brasiliana USP é um projeto de grande envergadura da Universidade de São Paulo, uma obra de 20.950 metros quadrados para abrigar a Biblioteca Guita e José Mindlin, o Instituto de Estudos Brasileiros, o Sibi (Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade de São Paulo) e uma Biblioteca Central de Obras Raras e Especiais da USP. E conta ainda com livraria, cafeteria, sala de exposições e auditório para 300 pessoas.

Os 4.000m2 de áreas de acervo contam com sistema de ar condicionado e controle de umidade, sistema de sprinkler préaction e detecção, e monitoramento através de câmeras e sensores.

Uma praça coberta articula uma passagem pública livre com acesso ao auditório para 300 pessoas, à livraria central da Edusp, com uma cafeteria e uma grande sala de exposições. Dá acesso às duas alas da edificação, a Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin em uma e o IEB, Sibi e Biblioteca de Obras Raras da USP em outra.

O projeto levou em conta elementos sustentáveis. A grande cobertura com lanternim central de vidro laminado permite a entrada de luz natural, promovendo economia de energia, além de filtros UV e um plano de chapa perfurada, que protegem os livros de radiação solar direta.

Biblioteca Brasiliana USP
Foto Nelson Kon

Trata-se de projeto e obra com aplicações de conceitos bioclimáticos que contribuem ao aumento da eficiência energética e conservação de energia, assegurando as condições de conforto para os ocupantes e usuários e a guarda adequada de acervos de obras raras. O Instituto de Elétrica e Eletrônica (IEE) da USP desenvolveu um projeto de geração de energia fotovoltaica na cobertura do edifício. Com potência de 150kv, deve suprir a demanda do complexo durante o dia. Foram levadas em consideração e aplicadas técnicas e soluções acessíveis para uma durabilidade dos materiais, desde os sistemas de impermeabilização até a grande cobertura e sistema de quebra sóis nas fachadas insoladas.

O paisagismo integrado criará um bosque no entorno da edificação. A implantação da obra teve remanejamento de algumas árvores com replantio bem sucedido. A construção também foi compensada com o plantio de milhares de mudas no bairro do Butantã.

Biblioteca Brasiliana USP
Foto Nelson Kon

ficha técnica

Arquitetura
Eduardo de Almeida e Rodrigo Mindlin Loeb

Equipe arquitetura
Leonardo Sette, Roberto Zocchio, Luana Radesco, Maira Rios, Cesar Shundi Iwamizu, Caio Atílio Dotto, Juan Gonzalez Calderón, Nana Blanaru, Jorge Spangenberg (meio ambiente), Marina Loeb, Cecília Heichstul, Marina Colonelli, Felipe Noto, Carlos Sandler

Áreas
biblioteca Mindlin: 6.500m2
auditório: 550m2
sala de exposições: 380m2
cafeteria: 240m2
livraria: 500m2
áreas técnicas comuns (gerador/cabine primária/sala de quadros/central de automação/caixa dágua/sistema de bombas de central de combate a incêndio): 2.130m2
praça coberta: 700m2

Cálculo Estrutural de Concreto e Metálica
Heloísa Maringoni

Consultor de fundações
Zaclis&Falconi, Frederico F. Falconi

Consultor contenção em solo grampeado
Waldemar Hachich

Instalações Elétricas e Hidro Sanitárias
Projetar, Fábio Pimenta
Epic Engenharia
Mirtes Ferreira Pegorer

Caixilhos e Vidros
Paulo Duarte Consultores

Consultor rufos e arremates de brise
Nelson Firmino

Luminotécnica
Mingrone Iluminação

Ar condicionado
WS Engenharia, Willenscheepmaker

Automação
Jayme Spinola

Impermeabilização
PROASSP

Sistema de combate a incêndio sprinkler
Projet

Consultoria para aprovação junto ao Corpo de Bombeiros
SAO

Sistema EPAMS de águas pluviais
Rodrigo Germano

Projeto de sistema e rede de infra estrutura de águas pluviais
Pezzi

Acústica
Ambiental, Luiz Carlos Chichierchio

Térmica, proteção solar e acústica
Daltrini Granado, Milton Granado

Paisagismo
CAP Consultoria Ambiental Paisagística, Sidney Linhares

Comunicação Visual
João Carlos Cauduro  

Consultora segurança patrimonial
Rosaria Ono

Consultora em conservação de acervos
Guita Mindlin

Consultora operação da biblioteca
Cristina Antunes

Sistema de monitoramento ambiental do acervo
Abili

Levantamento e cadastramento de redes de águas pluviais e esgoto
Hydrosan

Gerenciamento Técnico de obras
Rodrigo Mindlin Loeb, Cyro Ruben Alvares Pessoa, Milton Zeni, Rubens Joazeiro, Sebastião Bueno da Silva, Caio Atílio Dotto

Supervisão Técnica
Eduardo de Almeida Arquitetos Associados

Gerenciamento administrativo, supervisão a apoio técnico de interface com infra estrutura da USP
FUSP e SEF / USP

Construção
Scopus Construtora e Incorporadora;
Obraplan Construtora – canteiro de obras e barracão biblioteca digital primeira etapa;
NR Topografia – locação e verificação topográfica;
Falcão Bauer – controle tecnológico;
IBEC – transplante de árvores
Alano – terraplenagem;
Geosondas – estacas hélice contínua e estacas raíz;
Solotrat – solo grampeado;
Logical Systems – Antonio Sergio Itri Conte - consultoria LeanConstruction;
ULMA – fôrmas em cubetas e cimbramento;
Sulmetais – Brises em painéis de alumínio perfurado e arremates;
Hunter Douglas – forro da cobertura metálica
Estrutel – estrutura metálica primeira etapa eixos 1 a 14;
Fortemetal – estrutura metálica segunda etapa eixos 14 a 25;
Serpol – tratamento de concreto;
Controller BMS – sistema de segurança e automação;
FR Instalações – instaladora;
Thermec – instalações de ar condicionado;
Reinstall – esquadrias metálicas;
Previnsect – tratamento anti cupins;
Werden – piso elevado;
Dutotec – tomadas de piso

Mobiliário
Securit
Technolach
Hermann Miller
Sérgio Rodrigues
Carlos Motta
Etel Interiores
Flávia Pagotti
Wall Systems
Neocom 

comments

155.03
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

155

155.01

Casa Rex

155.02

Museu da Ciência - MUSE

Fabio Jose Martins de Lima

155.04

Pavilhão da arquitetura em terra

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided