Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245


abstracts

português
Flavio Castro faz um projeto residencial com 800m², cuja implantação apropria-se e impõe-se sobre todo o lote

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Casa Planalto. Projetos, São Paulo, ano 13, n. 154.04, Vitruvius, out. 2013 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/13.154/4927>.


A apropriação dos 800 metros quadrados disponíveis para a implantação da casa (20x40m) acontece de maneira bastante direta. Duas grandes volumetrias perpendiculares entre si demarcam o território e categorizam os usos e funções das demais áreas do terreno.

Um prisma retangular perpendicular ao alinhamento da rua abriga as funções intimas da casa no pavimento superior, ocupando apenas metade do terreno e liberando a outra metade para lazer e paisagismo.

Servindo de apoio estrutural e concentrado apenas no pavimento térreo, outro prisma retangular, mas de distintas proporções, abriga as funções de serviço e sociais da casa.

O volume superior parece pousar sobre o pavimento térreo, o que gera uma série de balanços e desencontros que reforçam o partido arquitetônico. A circulação vertical é o único ponto de toque entre eles.

As vigas metálicas de borda do volume térreo paralelo à rua reforçam a ideia de independência volumétrica entre térreo e superior e revelam ao observador o real funcionamento estrutural da casa. A residência dispõe de uma estrutura mista formada por pilares e vigas de perfis metálicos em “I” e lajes maciças de concreto com 20 cm de espessura.

A plataforma de acesso principal, situada sob o balanço frontal no térreo, proporciona acesso ao corredor de 1,80m de largura que atravessa a planta longitudinalmente, conectando vários ambientes. Após passarmos pela zona de serviço, chegamos ao ponto de acesso às duas principais áreas sócias da casa: as salas e a are de churrasqueira.

Poderíamos considerá-las como áreas, apesar de delimitadas, difusas já que possibilitam uma serie de usos além do para o qual foram projetadas.

O mesmo tipo de circulação é reproduzido no pavimento superior, onde a monotonia espacial é quebrada pelos vãos de pé-direito duplo (escada e sala da estar) e pilares isolados. 

Um terraço-jardim configura a cobertura do bloco transversal que abriga a área de churrasqueira e garagem. Pode ser acessado através da escada junto a área de churrasqueira, um espaço de múltiplas funções.

Os valores agregados aos materiais aplicados em tal residência como o cromatismo, textura e transparência foram minuciosamente escolhidos em virtude das intenções buscadas em cada espaço. Ao passo que a transparência integra, o concreto se abstém. As paredes estruturais em concreto dividem os espaços, ao passo que as grandes portas deslizantes de vidro trazem a paisagem para o interior da casa.

Os materiais são sinceros. O concreto, vidro, madeira e aço se mostram em sua essência, sem intermediários.

A casa planalto foi concebida como uma casa urbana para a convivência de um casal com 02 filhos e poderia ser considerada como exemplar da arquitetura contemporânea brasileira atual.

Sustentabilidade ambiental

Além de ser um solário de descanso, a cobertura do corpo térreo (deck elevado e pedras soltas) do projeto contribui para a sustentabilidade da residência, pois resfria a área imediatamente abaixo (área de lazer). O aquecimento da água que serve a casa ocorre através da energia solar. Painéis absorvem a luz solar e convertem essa energia em calor que é repassado a água. Um reservatório localizado na cobertura armazena a água quente que é distribuída para toda a casa através de tubulações. Estratégicas aberturas em todas as fachadas e teto permitem que a luz natural invada o espaço e que não seja necessária a luz artificial durante o dia. A luz entra pelas grandes portas corrediças da fachada lateral direita e grandes aberturas juntos aos brises de aço cortén (controlam a incidência solar direta). Isso contribui com a sustentabilidade da construção já que economiza energia elétrica.

Acessibilidade

O acesso a residência se faz através de rampa, já que esta implantada ligeiramente acima da cota da rua. Internamente não há degraus e o acesso e as portas são largos, liberando assim, o livre acesso para um cadeirante.

Conforto termoacústico

Foi proporcionado pela cobertura plana impermeabilizada, com manta térmica e proteção mecânica. Ao mesmo tempo em que resfria a área imediatamente abaixo, cria uma camada espessa de argila que protege a cobertura do pavimento superior de ruídos externos. Em alguns pontos do projeto, como o home theater, as paredes em alvenaria receberam proteção acústica interna para que ocorresse a correta reverberação do som. Brises verticais e pivotantes foram projetados no pavimento superior para controle da luz solar direta e consequente calor.

Economia na obra

A residência possui uma estrutura modular e simétrica em relação a modulação dos pilares metálicos. Assim sendo, os cálculos estruturais e obra foram facilitados pela mesma solução estrutural ter sido adotada em quase a totalidade da obra. Pilares e lajes maciças em concreto foram construídos na obra por mão-de-obra especializada (local) e a estrutura metálica foi trazida pronta e apenas instalada no correto local. São técnicas e materiais disponíveis no mercado e que não apresentam grandes especificidades. A conexão entre as partes da obra foram projetadas em escritório e levadas prontas ao canteiro, o que gerou rapidez e agilidade na construção.

ficha técnica

Casa Planalto

Localização
Planalto Paulista,São Paulo

Arquitetura, luminotécnica e paisagismo
Flavio Castro

Área do terreno
800 m²

Área construída
600 m²

Data
2009-2012

comments

154.04
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

154

154.01

Anexo Provisório para FAU-USP

Alexandre Benoit, Guilherme Pianca and Rafael Urano

154.02

Residência estudantil da Unicamp

Josep Maria Montaner and Zaida Muxí

154.03

Rodoviária Internacional de Rio Branco

154.05

New National Stadium in Tokyo

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided