Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

reviews online ISSN 2175-6694


abstracts

português
Dora Alcântara, arquiteta do Iphan e professora da FAU UFRJ, comenta o livro Caminhos que levam à cidade – o protagonismo do IAB na política urbana brasileira, de Vera França e Leite.

how to quote

ALCÂNTARA, Dora. Recuperando as raízes do Instituto de Arquitetos do Brasil. Resenhas Online, São Paulo, ano 20, n. 232.01, Vitruvius, abr. 2021 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/20.232/8062>.


Recém-lançado em janeiro de 2021, por ocasião das Comemorações do Centenário do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), o livro Caminhos que levam à cidade – o protagonismo do IAB na política urbana brasileira, de autoria da arquiteta urbanista Vera França e Leite, examina com profundidade a trajetória e o empenho do Instituto, dirigido a proporcionar um ambiente urbano seguro, equilibrado, saudável e receptivo aos seus cidadãos e cidadãs.

Baseado originalmente em sua tese de doutoramento, os cinco capítulos e subcapítulos que compõem o livro permitem ao leitor percorrer um largo período da história do Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB, de 1953 a 1988, mediante uma linguagem de fácil assimilação e compreensão, visivelmente com o propósito de atingir um público que não se limita unicamente à categoria profissional de arquitetos e urbanistas. Com o mesmo objetivo, Vera desenvolve sua narrativa por um fio condutor, comprovando-a em documentos originais do acervo de IAB e outras fontes, onde destaca particularidades e, evidencia a continua persistência do Instituto em se fazer ouvir. Se em alguns momentos, particularmente após o golpe de 1964, essa persistência, pautada por uma atitude permanentemente crítica, porém propositiva, conviveu com difíceis e intrincadas negociações, mais das vezes improdutivas, por outro lado, o ideário construído pelo Instituto, notadamente a partir do III Congresso Brasileiro de Arquitetos – Belo Horizonte, 1953 –, possibilitou que os conceitos e os novos paradigmas formulados, alcançassem o êxito pretendido, no médio e longo prazo.

Sem se olvidar, muito ao contrário, em compor o quadro político-institucional vivenciado pelo país nesse período, além de buscar elucidar fatos e condutas do Instituto que porventura permanecem ainda pouco esclarecidos, a autora proporciona ao leitor uma prazerosa e bem fundamentada viagem pela história política do Brasil, conduzida pelo IAB em sua luta incansável e coerente para a construção de uma Política Urbana e Habitacional genuinamente brasileira.

Neste trabalho, hoje publicado, são recuperadas as raízes do IAB, materializadas no empenho das sucessivas gerações que vêm contribuindo para a vitalidade da Instituição. O rigor documental é resguardado, sem que falte a narrativa o sabor de quem vivencia sua história.

Por fim, cabe mencionar as palavras, com as quais concordo plenamente, redigidas pelo colega arquiteto Marcos Konder Netto, que, com propriedade em sua apresentação do trabalho de Vera França e Leite, estimula a todos a sua leitura:

“Sendo assim, tomo a liberdade de recomendar a arquitetos e urbanistas de modo geral, com particular ênfase aos mais jovens, a leitura do trabalho da colega Vera França e Leite, bem fundamentado e com evidente empenho em compartilhar o amplo leque de atuação do Instituto, em aspectos eventualmente pouco conhecidos, que oportunamente nos chega às mãos coincidindo com as comemorações do Centenário da fundação do IAB”.

sobre a autora

Dora Alcântara é professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro – FAU UFRJ e arquiteta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan.

comments

resenha do livro

Caminhos que levam à cidade

Caminhos que levam à cidade

O protagonismo do IAB na politica urbana

Vera França e Leite

2020

232.01 livro
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

232

232.02 livro

Um Alberti transatlântico

Mário D'Agostino, Francesco Furlan, Andrea Loewen and Ana Paula G. Pedro

232.03 filme

Bacurau

Anatomia de uma revolução [“É Tudo Roteiro!”, episódio 1]

Caio Guerra

232.04 homenagem

Adélia Borges

Parecer sobre a concessão do título de Doutora Honoris Causa à escritora, crítica de design, jornalista, curadora e administradora cultural

Ana Mae Barbosa

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided