Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

bookshelf

Em obras

Em obras

História do vazio em Belo Horizonte

Carlos Moreira Teixeira

Cosac Naify, São Paulo; 1ª edição, 1999

edition: português
hardcover
336 p
24 x 31 x 2,5 cm
2000 g
illustrated
fullcolor
photos
ISBN 85-86374-23-7

(história do urbanismo, história regional do brasil, urbanismo, planejamento urbano)

Em obras

about the book

Adepto de uma estratégia radical – a de eleger o vazio ao invés do cheio, a mobilidade ao invés da fixidez -, o arquiteto Carlos M. Teixeira propõe em seu "Em Obras: História do Vaio em Belo Horizonte" uma subversão do olhar no que concerne à formação e ao futuro das metrópoles. Tomando como ponto de partida as comemorações do centenário de BH, o autor não aposta em marcos e monumentos como formas de perpetuar a memória da cidade, mas investe, precisamente, em seu contrário: na ausência de símbolos arquitetônicos estruturados, nos ciclos de destruição e construção da cidade e na complexa vitalidade do aqui e agora. Assim, em capítulos incisivos como lâminas, o livro opera cortes radicais no tempo, passando em revista as inúmeras tentativas de ordenação-desordenação da capital mineira. Desde o projeto positivista de Aarão Reis em 1895 (que já trazia no bojo uma série de contradições) até a explosão relativamente recente da zona suburbana, passando pelo exame de algumas das principais obras de engenharia e arquitetura dos anos 40/50. O que emerge desse conjunto é uma figura singular. Uma espécie de mantra mecânico, marcado por ciclos ininterruptos de construção e abandono, cuja equivalência musical seria algo como os compassos infindáveis do Bolero de Ravel. Desse modo, ao traçar a história descontínua de Belo Horizonte, o arquiteto acaba flagrando um processo inerente a quase todas as metrópoles brasileiras - quiçá do Terceiro Mundo -, dilaceradas entre o apego a formas fixas, canônicas, e o desenraizamento total.

Esse conflito, Carlos Teixeira transporta-o para a estrutura mesma do livro, cujos entrelaçar de textos e imagens semelha, em muitos aspectos, a complexa malha viária de uma grande cidade. Daí, também, seu recurso a um leque bastante extenso de referências: da história clássica da arquitetura ao cinema, com várias incursões pela música, literatura e artes plásticas. Porém, mais do que nos textos, é na articulação extremamente inusitada das imagens que melhor se evidencia a estratégia do autor. Ao dispor, sem solução de continuidade, antigos cartões-postais ao lado de fotos de monumentos liqüefeitos com Polaroid; ou, ainda, imagens do subúrbio de Belo Horizonte junto a fotogramas de um filme em que David Bowie envelhece cinco anos em um minuto, Teixeira induz o olhar, inevitavelmente, a um exercício recorrente de curto-circuito. Talvez porque, só no entrecruzamento dessas várias vias, na ramificação quase infinita das linguagens, a consciência possa - de forma urgente e vital – captar a energia que circula livremente pelos vazios da cidade.

Trabalho acima de qualquer simplificação rotulatora, "Em Obras: História do Vazio em Belo Horizonte" é um quase-manifesto, um relato poético-histórico feito de imagens, textos e projetos urbanos que questiona aquilo que está sendo construído em nossas cidades – e, talvez por isso, o autor tenha enfatizado a destruição e os espaços ainda não ocupados de Belo Horizonte.

about the author

Carlos Moreira Teixeira
Arquiteto pela EA-UFMG e mestre em urbanismo pela Architectural Association. Autor dos livros "Em obras: história do vazio em BH", "Espaços colaterais", "O condomínio absoluto" e sócio do estúdio de arquitetura Vazio S/A.

how to quote

TEIXEIRA, Carlos Moreira. Em obras. História do vazio em Belo Horizonte. São Paulo, Cosac Naify, 1999.

comments

Em obras

outros livros

share

Carlos Moreira Teixeira

Entre

Carlos Moreira Teixeira

Instituto Cidades Criativas, 2010

Espaços colaterais

Wellington Cançado, Renata Marquez, Alexandre Campos and Carlos Moreira Teixeira (Orgs.)

Instituto Cidades Criativas, 2008

Ode ao vazio

Carlos Moreira Teixeira

Nhamerica Platform, 2017


magazines

newspaper


© 2000–2022 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided