Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Cactus, Irmãos Guerra e Vitruvius apresentam projeto Marieta, um espaço de atividades de várias áreas da arte e da cultura – artes plásticas, cinema, arquitetura, fotografia, música, literatura, dança, passeio cultural e televisão.

how to quote

GUERRA, Caio; GUERRA, Helena; PIRELLI, Giovanni; ROMANO SANTOS, Silvana; GUERRA, Abilio. Projeto Marieta. Um sonho, dois usos e muitas iniciativas. Drops, São Paulo, ano 16, n. 095.04, Vitruvius, ago. 2015 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.095/5655>.


Espaço Marieta
Foto divulgação


O sonho

O Projeto Marieta é a síntese de interesses diversos de três pequenas empresas culturais, mas que podem ser resumidos em um sonho comum: a criação de um espaço que seja, ao mesmo tempo, lugar de criação e ponto de difusão de produções artísticas diversas. Um lugar similar ao que, nos moldes antigos, se chamava “sarau”, que possa ser suporte da troca de experiências artísticas e profissionais entre pessoas de várias gerações.

A escala pequena, familiar, modesta, da iniciativa e a amplitude do mix de atividades do novo espaço multicultural Marieta derivam diretamente do trabalho cotidiano e das predileções pessoais dos envolvidos. O portal Vitruvius, liderado por Abilio Guerra e Silvana Romano, traz arquitetura, urbanismo e turismo; Caio e Helena, e a produtora Irmãos Guerra Filmes, cinema e videoarte; Giovanni Pirelli e a produtora cultural Cactus, música e dança.

Junto vem a experiência de quinze anos da Romano Guerra Editora na organização e produção de livros, exposições, mesas redondas, simpósios, debates, lançamentos etc. Literatura, por fim, é uma paixão compartilhada por todos, assim como a admiração pelo potencial de comunicação dos programas de TV, em especial entrevistas e bate-papos. Estes gostos e predileções fecham o arco de atividades do sonho comum.

Os dois usos e muitas iniciativas

O espaço das atividades do projeto, em seu recorte menor, pode ser descrito como os cômodos de um apartamento na rua Maria Paula, próximo à Sé, região central de São Paulo. Em sua abrangência maior, o projeto Marieta tem como campo ampliado de ação o centro da capital paulistana, que será tematizado constantemente em discussões e debates, e também palco de ocupações, com passeios e atividades ao vivo.

A sustentabilidade econômica e cultural do projeto se apoia em dois usos. O primeiro é uma programação autoral própria, promovida pelas equipes relacionadas às três entidades promotoras – Cactus, Irmãos Guerra e Vitruvius, mas aberta a proposições de terceiros, tanto pessoas como instituições, que atuam nas diversas áreas contempladas pelo projeto. Assim, além de uma programação periódica própria, haverá abertura para agendas de outras pessoas e grupos – na condição de propositores de ideias ou de convidados para shows, cursos, palestras, encontros.

O segundo uso é a oferta de espaços de co-working para pessoas ou coletivos atuantes na cena artística e cultural da capital paulista, que necessitam de um espaço compacto e polivalente para o desenvolvimento de seus trabalhos profissionais. Os quartos do apartamento estarão assim disponíveis para postos de trabalho cujos meios e fins mantêm relações orgânicas com o primeiro uso – o cultural; ou seja, atividades profissionais engajadas de alguma forma na produção criativa e que valorizam valores como “trabalho colaborativo”, “compartilhamento de experiências” e “ajuda mútua” diante de interesses comuns. Ambos os usos, cultural e profissional, estarão enlaçados, propiciando a ampliação paulatina de uma rede colaborativa.

O espaço em construção

Nem bem começou, o Projeto Marieta já mobilizou muita gente. Algumas delas, com suas empresas ou o próprio trabalho, já estão nos apoiando em dois âmbitos distintos e complementares: em primeiro lugar, na reforma e na adequação das dependências da sede, necessárias para abrigar os dois usos previstos (atividades culturais e co-working) e a viabilização da programação inicial.

Dentre as empresas, temos a Baraúna, Delta Q, Goma Oficina, Selvvva, Narrativa Um e Vidrotil. Dentre as pessoas, contamos com as colaborações valorosas de Claudia Levy, Gabriela Forjaz, Vítor Pena e Pablo Rivero. Outros parceiros e outros apoiadores serão necessários para que o sonho se realize e, em breve, estaremos lançando projeto no Catarse, para obtenção de recursos e estabelecimento de novas parcerias. As formas de participação, adesão e retribuições serão divulgadas em momento oportuno e registramos aqui nosso agradecimento antecipado àqueles que puderem apoiar de alguma forma o projeto.

Em segundo lugar, a viabilização da programação inicial – o Projeto Marieta número zero! (1) – contou com a entusiasmada adesão do time que hoje se apresenta aqui: Guto Lacaz e Marco do Valle, no “Café com Guerra” (2); Caio Falcão, em show musical solo (3); Roney Cytrynowicz e Jeffrey Lesser, responsáveis pelo “Pénocentro” (4); Pedro Gorski e Laura Artigas, que trouxeram o filme sobre Vilanova Artigas (5); Angelo Bucci (6) e Lizete Rubano (7), em debate sobre a arquitetura paulista hoje; Nelson Kon (8) e Tommaso Protti, que expõem suas fotos; e André Marques e Fernanda Critelli, com o apoio para a divulgação ao vivo na internet.

Esperamos que todos gostem!

notas

1
Projeto Marieta, número zero, dia 15 de agosto, das 10h às 20h, Rua Maria Paula 96 ap 2, Bela Vista, São Paulo SP. Entrada franca. Programação completa: <www.vitruvius.com.br/jornal/events/read/1460>.

2
GUERRA, Abilio. Uma pedra, um periscópio e um robô. Três imagens para um café. Drops, São Paulo, ano 16, n. 095.03, Vitruvius, ago. 2015 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.095/5646>.

3
GUERRA, Abilio. Como os elefantes, os dragões não esquecem. Caio Falcão e a nova cena musical paulistana. Arquiteturismo, São Paulo, ano 09, n. 100.04, Vitruvius, jul. 2015 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquiteturismo/09.100/5644>.

4
CYTRYNOWICZ, Roney. Um guia para pedestres. A melhor maneira de se conhecer uma cidade é a pé. Resenhas Online, São Paulo, ano 14, n. 164.04, Vitruvius, ago. 2015 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/14.164/5651>.

5
GUERRA, Abilio. Resumo de uma vida. Breve comentário sobre o documentário Vilanova Artigas: o arquiteto e a luz. Resenhas Online, São Paulo, ano 14, n. 164.06, Vitruvius, ago. 2016 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/14.164/5657>. 

6
GUERRA, Abilio. Angelo Bucci. O arquiteto do portão Vitruvius. Drops, São Paulo, ano 16, n. 095.05, Vitruvius, ago. 2015 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/16.095/5656>.

7
RUBANO, Lizete Maria. Morar junto. A dimensão urbana do habitar. Resenhas Online, São Paulo, ano 14, n. 164.05, Vitruvius, ago. 2015 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/14.164/5654>.

8
GUERRA, Abilio. A fotografia de Nelson Kon. Arquitextos, São Paulo, ano 06, n. 068.03, Vitruvius, jan. 2006 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/06.068/389>. 

sobre os autores

Caio Guerra e Helena Guerra são sócios da produtora Irmãos Guerra Filmes.

Giovanni Pirelli é titular da Cactus, empresa voltada para produções artísticas.

Silvana Romano Santos e Abilio Guerra são sócios do portal Vitruvius e Romano Guerra Editora.

 

comments

095.04 projeto cultural
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

095

095.01 violência urbana

Cidades em guerra

Tarcisio Bahia de Andrade

095.02 gestão urbana

Cidades ameaçadas

Luiz Fernando Janot

095.03 artes plásticas

Uma pedra, um periscópio e um robô

Três imagens para um café

Abilio Guerra

095.05 projeto marieta

Angelo Bucci

O arquiteto do portão Vitruvius

Abilio Guerra

095.06 ética

Mudando paradigmas

O Código de Ética Profissional e a luta contra a corrupção

Jeferson Salazar

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided