Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

architexts ISSN 1809-6298


abstracts


how to quote

BUTIKOFER, Serge. A casa do futebol europeu. UEFA em Nyon, Suiça. Arquitextos, São Paulo, ano 01, n. 001.01, Vitruvius, jun. 2000 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/01.001/1003>.

Um concurso para o qual dez arquitetos foram convidados em 1994 é a origem da nova sede da UEFA, inaugurada em setembro último. Solicitava-se um edifício representativo do futebol europeu para alojar os escritórios, salas de reuniões e dependências. A problemática do concurso consistia em tratar a imagem de um edifício público e administrativo num contexto de propriedades privadas.

A regra e a natureza

O título sugestivo do projeto premiado, de autoria de Patrick Berger, de Paris, indica sua determinação em abordar o papel da natureza, isto é, da paisagem como uma dualidade: dois elementos que formam o todo.

A natureza: o Lago Leman, rodeado de montanhas; os Alpes, ao sul e a cadeia de montanhas do Jura, ao norte; as margens essencialmente compostas por uma sucessão de parques e propriedades privadas pouco construídas, dão uma continuidade à paisagem. O terreno, uma colina suave com acesso direto ao lago, caracteriza-se por uma vista privilegiada frente ao Mont Blanc, o mais alto pico da Europa. A escolha do terreno demonstra um desejo de inscrever a nova sede na tradição do estabelecimento de sociedades internacionais à beira do Lago Leman (ONU, CIO, Nestlé).

A régua: em sua implantação e relação com o solo, sua posição precisa na inflexão do terreno e seu gabarito controlado, o projeto reinterpreta a questão da representatividade do edifício. Patrick Berger tratou o problema da imagem da nova sede da UEFA colocando em cena a paisagem, dando-lhe o papel principal. O edifício sustenta a paisagem, sublinha-lhe como uma régua. É o Mont Blanc, monumento natural e seu valor simbólico integrado à composição quem dá ao projeto o seu caráter institucional. Aqui Berger entendeu que a paisagem constituía o valor primeiro do lugar. A imagem forte do projeto é resumida na foto-montagem apresentada no concurso: a vista desde a rua com a fachada de entrada representando o conjunto natureza-edifício como uma unidade. Ela é a expressão do edifício. Discreto, o edifício mostra o que está em torno dele e encontra sua identidade nesta nova visão do lugar.

Entretanto, com seu rigor geométrico e construtivo, o edifício se opõe à natureza. Sua relação com o terreno, expressada em corte, mostra a rudeza do contato natureza-construído. A organização interior, submetida ao partido do projeto, coloca em questão notadamente a forçada simetria do plano entre o lado orientado verso o lago e aquele orientado verso a rua. Se o projeto efetivamente utiliza o lugar, brinca com ele para daí tirar uma identidade extraordinária, ele permanece numa lógica de dualidade: a natureza e a régua.

sobre o autor

Serge Butikofer é arquiteto formado em 1991 pela EPFL - Ecole Polythecnique Fédérale de Lausanne, Suiça. Entre 1991 e 1997 trabalhou em Barcelona e Salvador, Brasil. Atualmente exerce a profissão em Lausanne, onde é professor assistente do departamento de arquitetura da EPFL.

comments

001.01
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

001

001. fd

fd

fd

Abigail Lockey, Abilio Guerra, Adalberto Retto Jr., Adauto Novaes, 27º Congresso Mundial de Arquitetos UIA2021RIO, A. C. d’Ávila, Adalberto Vilela, Adalton da Motta Mendonça, Adauany Zimovski, Adão Francisco de Oliveira and Adélia Borges

001.00

Arquitextos: o novo periódico de arquitetura

Abilio Guerra

001.02

Meus encontros com Paulo Mendes da Rocha

Jo Coenen

001.03

Correspondência

Abilio Guerra

001.04 crítica

Autenticidade e rudimento

Paulo Mendes da Rocha e as intervenções em edifícios existentes

Luis Espallargas Gimenez

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided