Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Carlos Alberto Ferreira Martins homenageia o grande educador Anísio Teixeira, baiano de Caetité, que nasceu em 1900 e morreu há cinquenta anos.

how to quote

MARTINS, Carlos A. Ferreira. O papel da escola é a formação integral do cidadão. Anísio Teixeira e a defesa do ensino público. Drops, São Paulo, ano 21, n. 162.01, Vitruvius, mar. 2021 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/drops/21.162/8036>.


Anísio Teixeira na escola parque de Salvador
Foto divulgação


A afirmação, apesar do que possam achar seguidores do genocida e fariseus em geral, não é de nenhum comunista ou maconheiro sanguessuga dos cofres públicos.

Anísio Teixeira, baiano de Caetité, nasceu em 1900 e morreu há exatos cinquenta anos. E talvez nunca tenha sido tão lembrado como agora, quando parte de sua obra está mais ameaçada do que em qualquer outro momento.

Com Darcy Ribeiro e Paulo Freire, ele forma a tríade dos grandes educadores brasileiros do século 20. Vinte anos mais velho que ambos, há quem o considere o fundador da escola pública no Brasil.

Se numa perspectiva histórica devemos compreender que a criação da escola pública é conquista de muitas lutas e de muitos agentes – e hoje motivo de enorme resistência ao desmonte –, não há dúvida de que poucos tiveram a mesma posição de liderança intelectual e política.

Foi um dos redatores do Manifesto da Escola Nova, de 1932, ainda considerado o principal documento programático da educação pública, republicana e universal no Brasil.

Neste estão firmados os princípios de que a educação deve ser pública, ou seja, dever do Estado; deve ser universal, ou seja direito de todos e deve ser republicana, ou seja igualitária e destinada a formar cidadão aptos ao pleno uso de sua consciência social.

Isso seria suficiente para colocá-lo nos livros de história, mas foi apenas o começo de suas muitas lutas e contribuições.

Fundou a Universidade do Distrito Federal em 1935. Perseguido pela ditadura do Estado Novo, voltou a sua Bahia natal e ali aplicou, pela primeira vez no Brasil, os princípios do filósofo e educador John Dewey, de quem foi aluno nos Estados Unidos, implantando o ensino integral para crianças e jovens.

O Convênio Escolar, ação combinada entre a Prefeitura de São Paulo e o governo do estado, que construiu mais de 130 equipamentos escolares entre 1948 e 1954 teve sua inspiração direta.

Foi secretário geral da Capes e inspirou a criação do Inep, que hoje leva seu nome. No final dos anos 1950 liderou com Darcy Ribeiro a luta pela criação da Lei de Diretrizes e Bases da educação brasileira.

Incansável, criou a Universidade de Brasília, junto com Darcy Ribeiro e Oscar Niemeyer, e foi seu reitor até ser afastado pela ditadura militar.

Morreu em circunstâncias estranhas em 11 de março de 1971. A versão oficial é que caiu no poço do elevador do edifício em que morava o amigo que ia visitar (1). A família afirma até hoje que há testemunhas de que, nos dois dias passados entre seu desaparecimento e o encontro do corpo, ele foi preso e assassinado pela ditadura do General Garrastazu Médici.

Toda vez que vejo aquela curiosa placa que pede para verificar se o elevador está parado no andar, eu lembro de Anísio Teixeira. A partir desta semana vou passar a torcer para que Lula olhe sempre duas vezes antes de entrar no elevador.

nota

NA – Não encontrei o autor ou a data da foto. Mas meu amigo Nivaldo Andrade confirma que a estrutura ao fundo é da escola parque de Salvador.

1
Na publicação original no Facebook, agora corrigida, havia uma afirmação errônea: “A versão oficial é que caiu no poço do elevador do edifício em que morava”.

sobre o autor

Carlos Ferreira Martins é Professor Titular do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP São Carlos e sempre tomou muito cuidado com elevadores.

 

comments

162.01 ensino e cidadania
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

162

162.02 modo de vida

A entrada de serviço

Antonio Grillo

162.03 prêmio

Lacaton & Vassal: estrategias para o real

Pritzker Prize 2021

Fredy Massad

162.04 homenagem

Prêmio Leão de Ouro para Lina Bo Bardi

Núcleo Docomomo São Paulo

162.05 coronavírus

O manifesto dos limpinhos

Por uma necroeconomia sem necropolítica

Carlos A. Ferreira Martins

162.06 homenagem

Flávio Villaça (1929-2021)

João Sette Whitaker

162.07 homenagem

Flávio Villaça, uma vida intensa que se encerra

Carta ao editor

Denise Mendonça Teixeira

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided