Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

projects ISSN 2595-4245


abstracts

how to quote

PORTAL VITRUVIUS. Centro de Referência em Empreendedorismo do Sebrae-MG. Concurso Público para Contratação de Projeto de Arquitetura. Projetos, São Paulo, ano 08, n. 096.01, Vitruvius, dez. 2008 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/08.096/2934>.


Partido

O conceito de Integração e Interação, base da “Proposta Conceitual das Novas Instalações do Sebrae-MG, fundamentaram o partido arquitetônico adotado.

O projeto consolida-se a partir do núcleo central interativo, espaço capaz de proporcionar uma leitura clara e organizada do conjunto, conformado pelo Edifício Sede, a ETFG e pelo Centro de Referencia em Empreendedorismo.

O sitio, recortado e de topografia irregular, proporciona um conjunto inusitado, enraizado nas particularidades do local. Assim, a nova edificação, que ocupa as maiores dimensões disponíveis no terreno, resulta em um complexo de forte apelo institucional, que embasa o Edifício Sede, sem concorrer em sua hierarquia e espacializa o vazio entre os edifícios, antes isolados.

Integração, fator condicionante de todo o programa, está cuidadosamente presente nas diversas relações que os espaços geram, tanto internamente, quanto no diálogo com seu entorno imediato. Destacam-se, os fluxos e as visuais, claros e eficazes, constantemente em contato com o núcleo interativo.

A circulação se dá por passeios que conduzem os usuários de seus espaços de trabalho e estudo ao centro de convivência, emoldurado pela ampla abertura de dialogo com a cidade promovendo uma troca visual entre os dois universos.

A epiderme do complexo lança mão de materiais e organização na composição, filtrando este dialogo com a avenida de forma mais austera e organizada, com brises na área de trabalho, empenas laterais de contenção e o térreo de vidro convidativo ao visitante e comunicador do interior do edifício. Para a Rua Boturobi, a relação se estabelece de forma mais próxima através dos vidros, que permitem maior flexibilidade de controle visual.

Programa

O programa foi traduzido para um complexo organizado em setores por afinidade, composto de acessos, circulação e áreas de permanência estrategicamente locadas.

Os acessos se mantiveram centralizados através da manutenção dos existentes e a criação de um novo para a recepção principal do Centro de Referencia em Empreendedorismo, reforçando a leitura clara da organização do espaço e a preservação da segurança patrimonial do complexo.

O estacionamento descoberto além dos veículos de serviços e funcionários, recebe também as vagas de ônibus justapostas à via e um espaço para remanejamento de vagas sob o novo edifício da ETFG, seu controle é realizado pela portaria existente.

A garagem do subsolo existente foi interligada à nova através de uma rampa interna, mantendo-se também o acesso existente.

O Visitante acessa o edifício através da recepção posicionada  em local privilegiado do núcleo central, a partir do qual se obtém a leitura de todo o complexo. Por um passeio que circunda o núcleo, ele é encaminhado diretamente à área de atendimento/ biblioteca, ou em sentido inverso, à área de treinamento pelo foyer que ocupa dois níveis. A área de treinamento ocupa todo pavimento, tornando-se um espaço flexível de uso restrito ou comum.

O acesso de funcionários ocorre pela portaria principal de onde é possível alcançar com facilidade a torre de circulação vertical ou ainda, diretamente o 1º pavimento, a partir do qual estão à disposição todas as áreas de trabalho e distribuição. Este pavimento é o eixo central de estruturação dos acessos entre os edifícios, através dele todos estão interligados e o ponto de partida comum é a área de convivência, tratada como extensão do restaurante e café. Esta área com pé-direito elevado e aberta gera um respiro para as áreas de trabalho através da janela monumental. As áreas de trabalho, são pavimentos livres e flexíveis por não conter nenhum obstáculo físico ou visual.

O acesso de serviço ocorre no pavimento  térreo sob a torre de circulação na divisa entre o Centro de Referencia e a ETFG.

O acesso dos estudantes foi mantido pela ETFG existente, através do pátio livre de acesso a nova ETFG, comum ao primeiro pavimento do Centro de Referencia em Empreendedorismo.

O projeto busca estabelecer a mais completa e clara relação entre arquitetura e os princípios do SEBRAE. Transparência que torna confortável a todos sua interpretação e utilização, evidenciando a identidade institucional que abriga.

ficha técnica

Autoria: Arquitetos Danilo Terra, Pedro Tuma e Juliana Assali Terra / Tuma Arquitetos Associados

Maquete eletrônica: Arquiteto Gabriel Farias

Estagiários Thaís Elaine Watanabe e João Paulo Lacerda

Programação visual: Juliana Azem Ribeiro de Almeida

Estrutura: VPR Engenharia

source
Arquitetos Danilo Terra, Pedro Tuma e Juliana Assali Terra(
São Paulo SP Brasil

comments

096.01 Concurso
abstracts
how to quote

languages

original: português

source

share

096

newspaper


© 2000–2021 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided